Crônica da P.U.T.A. – por Mulamba

Muito além de estilo e de punch lines. Trago aqui um som que levei alguns dias para tragar, num post que fui adiando para conservar um pouco mais em mim o doce  clima de festas de fim de ano. Ao passo que cada dia em que o post não ia pro ar eu ficava pensativa entre ouvir novamente uma música que não é uma simples interpretação, de um lado, e o cálculo de quantas mulheres por minuto estavam sofrendo algum tipo de violência enquanto eu não me encorajava em colocar para alguém (sabe-se lá em que momento emocional que se encontrasse) para ouví-la.

Aviso aos navegantes, o som é pesado. Instrumentalmente rico e harmonicamente carregado dos tons do medo, da insegurança e da resistência. Talvez para alguns não cause nada, mas não tenho medo de dizer que é uma expressão histórica, e é da nossa terrinha: Made in Curitiba. Mulamba é uma banda de fino trato, só de mulheres com conteúdo para cavocar na aparentemente oculta cultura do estupro. Não tem meias palavras, é direto ao ponto. Contudo elas têm produções também em meios tons, com as pinceladas de amor. Fiquei curiosa para ver ao vivo…

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s